Operação “Ágata 2”: Marinha promove Ação Cívico-Social em Guaíra para moradores da região

 

Índios Guaranis aguardando atendimento médico durante a ACISO

 

Às margens do Rio Paraná, na fronteira com o Paraguai, o município paranaense de Guaíra abriga nas suas proximidades as aldeias Tekoha Porã, Tekoha Marangatu e Tekoha Y Hovy, dos índios Guaranis. Foi para atender a comunidade indígena da região que a Marinha do Brasil, por meio do Comando do 5º Distrito Naval, promoveu, nos dias 24 e 25 de setembro, uma Ação Cívico-Social (ACISO) direcionada à área de saúde.

Desde cedo, adultos e crianças das aldeias guaranis compareceram a sede da Universidade Paranaense (Unipar) para receber diferentes atendimentos oferecidos pelos militares e servidores civis vindos do município do Rio Grande (RS), onde está localizada a sede do Comando. Em Guaíra, a população foi atendida por dois médicos, uma cirurgiã-dentista e duas enfermeiras da Marinha.

O grupo trabalhou em conjunto com acadêmicos da Faculdade de Enfermagem da Unipar, realizando testes de glicemia, aferição de pressão arterial, exames de prevenção do câncer do colo do útero, aplicação de vacinas contra o tétano, hepatite B e tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola), entre outros procedimentos. Após as consultas, também foi realizada a distribuição de medicamentos e de preservativos aos pacientes.

Durante os dois dias da ACISO, mais de 250 pessoas foram atendidas. Segundo a equipe da Marinha, a estrutura preparada para a Ação em Guaíra apresentou elevada qualidade, porque teve por base o Pronto Atendimento da Unipar, onde são realizados, em média, 1700 procedimentos mensais.

Essa foi a segunda vez, neste ano, que a Marinha do Brasil realizou uma ACISO na cidade de Guaíra. Em abril, no Dia do Índio, médicos e dentistas foram às aldeias da região prestar atendimentos.